Home » Composteira‌ ‌caseira:‌ ‌aprenda‌ ‌como‌ ‌fazer‌ ‌
como-fazer-composteira-caseira

Composteira‌ ‌caseira:‌ ‌aprenda‌ ‌como‌ ‌fazer‌ ‌

Estrutura que reproduz sistema natural de fertilização contribui para a saúde de todas as pessoas e do meio ambiente

Já pensou em criar a sua própria composteira e dar um destino correto para os resíduos orgânicos da sua casa? Esse tipo de estrutura é um método muito eficiente para evitar que o lixo orgânico seja jogado no lixo comum. 

Além de ser uma ótima alternativa para preservar o meio ambiente, produzindo menos lixo, ainda pode ser usada para deixar o seu jardim ou horta mais nutritivo para as suas plantas. E se você acha que é muito difícil de fazer, está completamente enganado. A solução é fácil, durável, simples e muito útil. Vem aprender o passo a passo.

O que é uma composteira

Antes de tudo, você sabe o que é uma composteira? Se não sabe, fica tranquilo porque nós vamos explicar. Ela é uma estrutura, um espaço construído e utilizado para reciclar a matéria orgânica que seria normalmente jogada no lixo comum, não orgânico. 

Estima-se que mais de 50% dos resíduos de uma casa sejam em forma de matéria orgânica, como cascas de frutas, legumes e outros. A composteira é utilizada justamente para devolver esses itens à natureza de um jeito certo, por meio da decomposição realizada pelos microorganismos, como as minhocas, por exemplo.

Desta forma, esse material não é levado para os aterros sanitários e nem participa da produção de gases nocivos, que são poluidores do ar e causadores das incômodas mudanças climáticas provocadas pelo efeito estufa.

O que pode e o que não pode em uma composteira

Quando falamos em reaproveitamento de alimentos, a compreensão pode ser muito abrangente. Mas, existem alguns restos de alimentos que não devem ser acrescentados em uma compostagem. Veja só:

O que pode

Cascas de frutas e vegetais, casca de ovo, sementes, grãos, saquinho de chá, borra de café com filtro, pedacinhos pequenos de papelão umedecido, palha, folhas secas, serragem, folhas, restos de grama, etc.

O que não pode

Restos de proteína animal, madeira, papel em geral, cinzas, casca de limão, excesso de frutas cítricas, casca e restos de cebola e de alho, gordura, bolo, laticínios e seus derivados, restos de arroz, macarrão e feijão.

Como fazer uma composteira em casa?

A composteira pode ser feita diretamente no chão do quintal ou usando baldes ou caixas plásticas com tampa. Saiba mais detalhes logo abaixo:

Composteira no quintal da casa

Escolha um cantinho no seu quintal e faça um buraco de cerca de 30 centímetros (cm) de profundidade e 50 cm de diâmetro. Para evitar que as laterais do buraco soltem areia sobre os resíduos, proteja-as com uma tela, pedaços de madeira ou de plástico. Mas, deixe o fundo do buraco livre.

Agora é só depositar todo o material orgânico da sua cozinha nesse espaço, mantendo-o concentrado em um canto até que toda a cavidade esteja preenchida. O passo seguinte é cobrir todos os resíduos com serragem e folhas secas.

A cada 15 dias, mexa essa mistura suavemente. É importante para que haja circulação de ar e a decomposição aconteça mais rapidamente. Depois de três meses, o seu adubo estará pronto para ser usado no seu jardim ou pomar.

Composteira no apartamento

Quando cultivada em apartamento, o ideal é que a composteira tenha minhocas em sua composição. São as chamadas minhocas californianas que se reproduzem muito rápido e aceleram o processo de decomposição. Veja como fazer:

Tenha três caixas plásticas, ou baldes, todos iguais para que possam ser empilhados. Providencie também algumas minhocas. São elas quem vão arejar o solo, permitindo a circulação. 

Por fim, adquira uma torneirinha para que o chorume seja liberado e uma meia calça para usar como tela.

Empilhe as caixas, ou os baldes. Para facilitar a compreensão, chamaremos o balde da base de 3, o balde do meio de 2 e o balde superior de 1. Usando uma furadeira, faça vários furos pequenos logo abaixo das bordas dos baldes 1 e 2, alcançando todas as suas circunferências.

Em seguida, faça furos também nos fundos dos baldes 1 e 2, envolvendo toda a extensão dessa região do balde. 

Agora é a vez das tampas. O balde 1, que fica no topo da composteira, precisa ter a tampa intacta. A tampa do balde 2 deve ter a sua parte central retirada, em formato circular. Faça o mesmo com a tampa do balde 3. É através desse espaço que o chorume vai passar de um balde para o outro.

A instalação da torneira é feita no balde 3, que fica no chão. Faça um furinho alguns centímetros acima da base, insira a torneira e certifique-se de que ela esteja bem vedada.

O passo seguinte é instalar uma tela de proteção, no caso, a meia calça velha. A tela é para que as minhocas não caiam no chorume. Envolva toda a boca do balde 3 com a meia calça e ponha novamente a tampa.

Agora, é só começar a usar, de fato, a composteira. Ponha os resíduos orgânicos no balde 1, superior. Acrescente matéria seca, como folhas secas e restos de grama. Depois, acrescente as minhocas. 

Siga esse processo até encher totalmente o balde. Quando isso acontecer, inverta as posições, colocando o balde 1, que está cheio, no meio da composteira e o balde 2 no lugar do 1. Não se esqueça de trocar as tampas. O balde superior deve ficar sempre tampado.

Repita o processo. Após cerca de 40 ou 50 dias, já é possível coletar um pouco do chorume utilizando a torneirinha do balde 3.

Cuidados com a sua composteira

A estrutura não produz cheiro ruim em nenhuma fase e é muito fácil de manipular. Mas, para isso, é necessário seguir alguns cuidados importantes, como exemplificamos a seguir:

  1. Evite jogar na composteira produtos já listados como não indicados. Eles podem alterar o equilíbrio dos materiais, provocando odores ruins ou atraindo moscas e outros insetos indesejáveis.
  2. Não aperte os resíduos, pois eles precisam “respirar”. Ao comprimir esse material, é muito provável que ele comece a exalar um cheiro ruim.
  3. O chorume obtido com a composteira é muito forte e deve receber uma quantidade de água, na proporção de 10 para 1. Exemplo: a cada 1 litro de chorume, acrescente 10 litros de água e só depois aplique na sua horta ou jardim.

Onde colocar a composteira?

O sistema pode ser instalado no quintal de casa ou, até mesmo, em apartamentos. Quando feita e manipulada do jeito certo, não produz cheiro e nem provoca o surgimento de outros insetos, a não ser as minhocas que já participam do processo.

Importante lembrar que a estrutura feita com baldes ou caixas plásticas são as mais indicadas para quem mora em apartamento ou para quem não pode ou não quer fazer buracos no quintal de casa. 

E então, gostou de saber como fazer uma composteira caseira? De uma maneira fácil, simples e prática, você evita a produção exagerada de lixo, ajuda o meio ambiente e ainda tem um ingrediente cheio de nutrientes para usar na sua horta.